atualidade online sobre a União Europeia

  • 3 de Agosto, 2021

Projeto ‘e-Fishing’ junta cientistas e pescadores

O Projeto ‘e-Fishing – Novas ferramentas moleculares para apoio à gestão das pescas’, cofinanciado pelo Programa Operacional MAR 2020, quer otimizar as medidas de gestão dos recursos marinhos, com uma abordagem inovadora que permita o conhecimento do estado de integridade dos ecossistemas e contribuir para a adaptação de medidas que visem a sua exploração sustentável.

O projeto é promovido por uma equipa de investigadores do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente do Politécnico de Leiria, em estreita colaboração com a OPCentro – Organização de Produtores de Peixe do Centro, em Peniche.

A abordagem do projeto baseia-se no uso de técnicas moleculares, através da análise de DNA ambiental isolado de amostras de água do mar, que contém moléculas de DNA provenientes dos organismos que habitam a coluna de água (pele, mucosas e/ou produtos da atividade metabólica).

Cada amostragem permite identificar os organismos presentes num dado momento e local de amostragem, sendo que os dados obtidos possibilitarão avaliar a diversidade e abundância de espécies de peixes presentes na zona costeira portuguesa.

O projeto contempla ainda a análise da diversidade genética das populações de sardinha associadas aos principais locais de captura.

Os pescadores vão contribuir para a recolha de amostras biológicas e disponibilização dos dados de captura e de pescado vendido em lota.

Já a comunidade científica irá analisar e integrar os dados em modelos matemáticos previsionais, o que permitirá conhecer o estado real e atual das populações e a implicação direta dos níveis de captura nos stocks pesqueiros, e definir as medidas de gestão mais adequadas.

Fonte: Mar 2020

  •  
  •  
  •  
  •